Instituto Secular das Irmãs de Maria de Schoenstatt

O Instituto Secular das Irmãs de Maria de Schoenstatt (ISIMS) é um Instituto Secular da Igreja Católica com sede na Gafanha da Nazaré, Aveiro.

Fundado no dia 1 de outubro de 1926, em Schoenstatt, na Alemanha, como uma comunidade de “educadores e de educação”.

Os seus membros – mulheres consagradas – estão ao serviço da formação cristã de todas as idades e classes sociais, mas especialmente dos membros do Movimento Apostólico de Schoenstatt. A sua ação apostólica abrange muitas dioceses de norte a sul de Portugal.

Procuram cumprir a sua missão através do serviço às pessoas individualmente ou em grupos, de reuniões frequentes de formação, jornadas periódicas e retiros espirituais junto ao Santuário da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, bem como momentos de oração e dias de descanso em meio à natureza.

Como Maria, querem estar presentes onde as pessoas vivem na alegria e na esperança, mas também na tristeza e no medo, onde elas enfrentam desafios e problemas.

Querem estar presentes a fim de abrir o mundo para Deus e a sua graça, construir pontes entre o céu e a terra.

Com o traje laical ou com o traje das Irmãs de Maria, a sua presença concretiza-se no trabalho, no serviço à comunidade, nas tarefas em instituições eclesiais, no exercício de profissões civis, na busca de qualificação humana e profissional.

Ajude-nos a ajudar! Caminhando com e como Maria pelo mundo, levando Jesus aos corações e à vida de muitos, construindo essa ponte que, em Aliança com Deus na vida, une o céu à terra, semeando a alegria, a esperança, a fé e o amor.

Instituto Secular das Irmãs de Maria de Schoenstatt

História do Santuário Original

No dia 18 de Outubro de 1914, o Padre José Kentenich, num ato de fé na providência, propôs a um grupo de jovens consagrarem-se a Maria, selando com Ela uma aliança. Pediram-lhe que se estabelecesse numa pequena capela abandonada, transformando-a num lugar de graças e de peregrinações. Eles comprometiam-se a oferecer a Maria os méritos conquistados por uma intensa vida de oração e pelo esforço por viver a santidade na vida diária. Dessa aliança de amor mútuo surgiu o lema: "Nada sem ti, nada sem nós".

História do Santuário Original

História do Santuário de Aveiro

“Ajoelhamos e rezamos… e também sonhamos: E se conseguíssemos fazer daqui um grande Centro Espiritual, talvez mesmo um Santuário!... Não tínhamos um centavo, mas nas mãos de Deus tudo é possível. E nunca mais esta ideia me abandonou”.

História do Santuário de Aveiro